Como Montar um Treinamento | Transforme Alunos em Casos de Sucesso

Então você decidiu passar o seu conhecimento a frente, transformando pessoas, desenvolvendo suas competências. Ou “decidiram” por você e chegou seu chefe te dizendo: “É hora de você ensinar isso. Aprenda como montar um treinamento!”.

Esteja você pensando em fazer um treinamento para vender ou simplesmente precisa passar conteúdo para um grupo de pessoas. Entenda que saber muito sobre o assunto é super importante, mas não é o que vai garantir o sucesso do seu projeto educacional.

Um treinamento precisa garantir resultados. As pessoas que entram em uma sala ou um ambiente para aprender sobre algo, precisam sair dali transformadas, diferentes de quando entraram. Elas precisam absorver um conhecimento e fazer melhor o que vinham fazendo antes sobre aquele tema.

Você já entrou em algum tipo de treinamento com uma vontade enorme de aprender o conteúdo e saiu extremamente frustrado?

Já participou de algum “só de corpo presente”? Percebendo que aquilo ali era perda de tempo, mesmo tendo pesquisado antes sobre o tema? Saindo da mesma forma como entrou, com impacto Zero nas suas atividades posteriores?

Já quis dar uma avaliação ruim em algum curso, mas não o fez com pena ou medo de expor os profissionais envolvidos?

Você não quer que ninguém saia assim do seu, certo? Então continue comigo.

Como garantir o sucesso do meu projeto de treinamento?

Existe um método correto para estruturar o seu projeto. Sim, projeto. Não é só entrar na sala e começar a falar e fazer o que acha que tem em mente.

Ou fazer uma apresentação no Power Point e achar que aquilo ali é o seu planejamento.

Uma ação educacional é um projeto. Com objetivos e metas a serem cumpridas. Com resultados a serem avaliados e mensurados. Com um acompanhamento posterior que garanta a sustentabilidade da ação.

Alunos que tenham sucesso e resultados alavancados após passarem pelas suas mãos estarão mais propensos a indicarem o seu trabalho. Eles serão casos de sucesso que poderão ser apresentados para outros clientes.

Empresas que aumentem suas vendas ou diminuam seu turnover, recebam mais orçamentos ou qualquer que seja o resultado melhorado, estarão mais abertas para negociar futuros contratos com você. Garantia de sustentabilidade não só nos negócios dela, mas nos seus também.

Gestores satisfeitos com a melhoria da performance de suas equipes lembrarão de você na hora de indicar para uma promoção ou algo do tipo.

Enfim, ministrar um treinamento é uma grande oportunidade de demonstrar que você pode gerar resultados. E a pessoa que demonstra essa capacidade será sempre disputada pelo mercado.

Como Montar um Treinamento de Sucesso

desenvolvimento-de-pessoas

Imagine que você recebeu a missão de ministrar um workshop sobre segurança no trânsito.

Começa com aquela empolgação! Estuda a legislação, pega aquela apostilazinha velha que ganhou ao tirar a carteira de motorista, lembra para que serve aquela placa vermelha com um triângulo invertido, estuda sobre comportamento do motorista, mudança de faixa e até primeiros socorros. Você acha que está abafando.

Chega o dia do evento e a sala está lotada de…. Crianças???

Claro que esse é um exemplo extremo. Você provavelmente saberia minimamente que seu evento seria para crianças. Mas percebeu o quanto é importante ter as informações do seu público ANTES do evento começar?

A primeira coisa então a ser estudada é:

Para Quem?

Quem são os alunos? Qual a média de idade? Mais homens ou mulheres? Quais são os problemas que querem resolver? Quais as expectativas para o treinamento? Qual o nível de experiência no assunto?

 

“Mas, Vinícius… pra que eu tenho que saber se tem mais homens ou mulheres?”

 

Eu te respondo com outro exemplo extremo. Imagina que uma das atividades do seu treinamento seja plantar bananeira. Você precisa no mínimo avisar para que não venham de saia, concorda?

O mesmo serve para experiência. Tente ministrar o seu cursinho de primeiros socorros para enfermeiros com mais de 10 anos de profissão!

Para Quê?

Você decidiu montar um treinamento com algum objetivo em mente. Não o seu objetivo (vender, ser promovido ou algo do tipo). O objetivo da pessoa que vai estar com você durante o evento.

Você identificou um problema e vai resolvê-lo ensinando o que sabe. Então eu te faço uma pergunta:

 

“Qual problema o seu treinamento irá resolver?”

 

Por que uma pessoa vai investir tempo e dinheiro para aprender alguma coisa com você? Qual é o ganho que ela vai ter? Qual será essa troca entre vocês?

A melhor maneira de responder essa pergunta é começando com a expressão:

“Ao final deste treinamento, o aluno será capaz de…”

Substitua as reticências e você terá o objetivo final do seu treinamento. Agora você já tem o norte, para onde ir com seu projeto.

Porque se você não sabe para que está fazendo aquilo, não terá como medir se teve sucesso e onde terá que melhorar no futuro, concorda? Está aí a sustentabilidade do projeto.

Essa é a hora do levantamento das necessidades de treinamento.

Objetivos Específicos

O que os participantes precisam aprender? Quais habilidades precisam desenvolver para atingir o objetivo? Que comportamentos deve demonstrar para que tenha êxito?

Atingir um grande objetivo nada mais é do que ter atingido objetivos menores ao longo de um determinado tempo.

Quais são esses objetivos menores? Quais são os tópicos pelos quais as pessoas precisam passar para “serem capazes de…”?

Exemplo:

Se o objetivo final é:

“Ao final deste treinamento o aluno será capaz de escrever um ebook

Os tópicos seriam:

  • Estudar o problema a ser resolvido pelo livro
  • Analisar público alvo
  • Definir cronograma
  • Diagramar e fazer o design
  • Divulgar

Com esses objetivos intermediários em mãos você já pode começar a estruturar suas aulas e as atividades.

Preciso preparar cada detalhe de todas as aulas?

treinamentos-e-cursos

Quer saber como montar um treinamento de sucesso? Planeje o seu de maneira que você fale somente o necessário.

Nós adultos aprendemos somente 10% do que lemos e podemos chegar a reter 90% do aprendizado quando fazemos algo. Então planejar um treinamento é pensar em formas de colocar os participantes para trabalhar!

As atividades propostas serão baseadas nos objetivos e no tempo disponível. Não adianta colocar como atividade “cada aluno deverá fazer uma apresentação” se você só tem 4 horas para fazer um treinamento completo para 30 pessoas.

Monte suas aulas levando em consideração o Objetivo Geral, os Objetivos Específicos, o método a ser aplicado, os recursos que serão utilizados, o tipo de avaliação e o tempo para cada item.

 

Como foi o gerenciamento do tempo? Geralmente em treinamentos online você tem maior controle do tempo, mas se o seu for presencial ou tipo webinário, terá que administrar a participação das pessoas.

Com experiência esse domínio do tempo fica mais fácil. A cada final de projeto, avalie como foi a sua atuação e qual foi o resultado final.

Outra forma de analisar sua performance será por meio da avaliação de reação.

Avaliação e conclusão

Aqui o seu planejamento de treinamento mostrará para que foi feito. Você só consegue avaliar a performance de algum projeto quando você determina um objetivo antes de começar e ao final checa se tal objetivo foi atingido ou não.

Avaliação em treinamentos entra no tópico sobre ROI (Retorno sobre Investimento). Fazer as avaliações necessárias e verificar se o seu investimento de tempo e recursos naquele projeto tiveram retorno.

As primeiras avaliações são a de reação e de conhecimento. Vou aprofundar em um próximo artigo sobre esse tema.

Você agora tem o que precisa montar um treinamento de primeira. Isso é planejamento e pode definir o sucesso da sua ação.

Você precisa entender as particularidades de um treinamento e levar em consideração o ambiente, os objetivos e, principalmente, as pessoas envolvidas.

Quer ajuda no seu projeto de treinamento? Entre em contato!

Transforme pessoas!
Viva a vida Ministrando!

Deixe uma resposta