O que é Design Instrucional e o que tem a ver com Infoprodutos?

Saber o que é Design Instrucional pode determinar o sucesso ou fracasso do seu treinamento online, e-book, webinário ou outro infoproduto. Isso porque o produtor precisa entender que do outro lado do conteúdo existe um ser humano que precisa aprender.

Acompanhando o Ministrando você verá que aprender é muito mais do que assistir zilhões de horas de vídeo aulas. Muito mais…

As pessoas aprendem pelas mais variadas formas. Entender como cada um aprende melhor aumenta as chances de que aquele conteúdo seja aplicado pelo aluno aumentando significativamente o sucesso do seu produto. Afinal, o que vai definir se o seu treinamento ou e-book foi um sucesso será o quanto ele foi aplicado e o quanto de resultados gerou para quem o comprou.

Áudio, vídeo, texto, planilha, infográfico. São exemplos de objetos instrucionais que fazem parte da estruturação e preparação do conteúdo para que o objetivo de aprendizado seja atingido. Comparando os diferentes perfis de aluno, teremos o objeto ideal. Adicione exercícios práticos e teremos mais de 90% de retenção do conteúdo.

Vamos saber um pouco mais desse universo do design instrucional e fazer o link com o seu próximo infoproduto?

Vamos entender o contexto

O Design Instrucional surgiu como termo e metodologia própria durante a Segunda Guerra. O exército americano desenvolveu práticas de treinamento organizadas de forma a garantir o aprendizado dos soldados. De lá pra cá, muita coisa evoluiu, assim como a metodologia.

Novos formatos de conteúdo surgiram com rádio e televisão. Você provavelmente lembra do Telecurso 2000 e do Instituto Universal Brasileiro. Sim, aquilo também era Educação a Distância ou você acha que ela só acontece pela internet?

De fato, o aumento da demanda por estudos e profissionais da área se deu a partir dos anos 90 com o surgimento da internet e dos primeiros cursos online.

A necessidade de levar conhecimento a mais pessoas onde quer que elas estivessem foi enxergada como oportunidade pelos dois lados: os que queriam ensinar com pouco custo e alta demanda e os que queriam aprender pagando pouco e com qualidade.

E depois de anos sendo aplicado por instituições de ensino, chega a era dos treinamentos online ministrados por autônomos. Seja qual for o objeto (texto, vídeo, áudio etc), começamos a querer aprender com outras pessoas o que elas sabem fazer de melhor.

Surgem os infoprodutos.

Mas então o que é Design Instrucional?

Aqui começa a nossa brincadeira. Uma das maiores autoridades no Brasil no assunto, Andrea Filatro, define design instrucional assim:

“ação intencional e sistemática de ensino, que envolve o planejamento, o desenvolvimento e a utilização de métodos, técnicas, atividades, materiais, eventos e produtos educacionais em situações didáticas específicas, a fim de facilitar a aprendizagem humana a partir dos princípios de aprendizagem e instrução conhecidos”

Ou seja, é o profissional que transforma conteúdo em processo de aprendizagem. Que vai garantir que uma pessoa receba, aprenda e saiba aplicar tal conteúdo. E é isso que vai garantir o sucesso e a sustentabilidade do seu negócio online.

Ok, Como eu faço isso então?

 

design-instrucional-2-artigo-ministrando

O design instrucional baseia-se atualmente em um modelo chamado ADDIE – sigla do inglês para Analysis (Análise), Design, Development (Desenvolvimento), Implementation (Implementação), Evaluation (Avaliação).

Analysis (Análise):

Etapa onde são levantadas as necessidades de desenvolvimento dos clientes e seu perfil. Aqui é feita uma pesquisa sobre os futuros alunos. Quem são? Como se comunicam? Como preferem aprender? O que precisam realmente aprender? Qual é o problema a ser resolvido?.

Trazendo para o mundo dos infoprodutos, a etapa de análise é onde você irá descobrir quem e como irá ajudar com o seu conhecimento. Quem serão seus alunos e mais especificamente quem é o seu aluno ideal.

Essa é a parte da pesquisa em grupos no Facebook e no LinkedIn, hashtags no Instagram e no Twitter e blogs que estejam alinhados ao tema do que você pretende ensinar. Você vai entender durante a pesquisa o que as pessoas estão querendo, quais são suas objeções, seus problemas e quais são seus maiores desejos.

Também vai procurar pelas palavras-chave mais pesquisadas pelo público com relação ao seu produto e ainda quais os produtos que essas pessoas já compraram.

Outra fonte de pesquisa é a Amazon. Identifique quais são os 3 livros mais lidos pelos seus futuros clientes e veja o que estão comentando sobre eles nas avaliações.

Design:

Quais as soluções que serão desenhadas para atingir os objetivos de aprendizagem? O que você vai colocar no papel como mapa do que será produzido? Vai começar em A e terminar em B, usando o pdf tal e o vídeo tal com os exercícios X e Y.

Lembrando, claro, de manter a coerência com o que foi pesquisado na fase de análise. Se percebeu durante a pesquisa que o seu público quer algo com método passo-a-passo, nada de oferecer algo que vai ser ultra-rápido sem muito detalhe.

Dentro desta etapa também serão desenvolvidos os roteiros e a configuração do Ambiente Virtual de Aprendizagem. E listados os recursos que serão necessários para o funcionamento do produto. Documentos, recursos audiovisuais e softwares.

Development (Desenvolvimento):

Hora de produzir! Colocar a mão na massa e gravar os vídeos, produzir os textos, as atividades e preparar a parte técnica.

Os primeiros testes são feitos para garantir que tudo esteja 100% para o aluno final.

Aqui a análise de design é colocada a prova e caso surja a necessidade de ajustes, ainda há tempo de fazê-los. As respostas dos primeiros testes irão dizer bastante sobre como o produto será percebido pelo aluno.

Implementation (Implementação)

Aqui ocorre a aplicação. Todo o planejamento e a produção terminaram e é hora do seu infoproduto rodar nas mãos de quem realmente precisa consumí-lo.

O trabalho da pessoa que trabalha no design instrucional aqui é liberar o acesso para pessoas fora do projeto testarem e recolher feedbacks.

Também irá acompanhar as métricas iniciais após as primeiras interações dos alunos com o material.

Evaluation (Avaliação)

Agora é hora de validar a efetividade do produto. Analisar os feedbacks e as métricas. Acompanhar o desenvolvimento dos alunos-clientes e o resultado da aprendizagem.

Depois desse acompanhamento são desenvolvidas novas estratégias para melhoria contínua do produto. O foco estará agora no próximo lançamento, garantindo que seja melhor do que o anterior.

Concluindo

Não é somente gravar vídeos e jogar em uma área de membros e achar que está ensinando alguém a fazer alguma coisa, concorda. Por mais bem intencionado que esteja.

O planejamento é fundamental para que seu produtos seja sempre um sucesso e que sua marca tenha um crescimento sustentável.

Afinal, as pessoas comprar produtos de informação para resolverem problemas. Se o seu produto consegue resolver 99% do problema, por que ela compraria de outra pessoa em uma outra oportunidade? Por que ela não faria questão de indicar seu produto e dar um depoimento?

Agora que você sabe o que é e porque é importante o design instrucional para o seu infoproduto, que tal ter alguém para conversar sobre o seu projeto? Clique aqui e saiba mais sobre o meu acompanhamento individual e podemos ter a primeira conversa sem custo.

Sucesso!

Deixe uma resposta